Problemas dos novos tempos

Pessoas procurando depilação em ovo.

Os marceneiros

Fui assistir a Os Mercenários sem querer pensando que era um documentário sobre marcenaria.

Visões limitadas e limitantes do que são o feminino e o masculino

dana linn

Basta publicar uma imagem como esta da Dana Linn Bayley para que surjam imediatamente comentários dizendo o que é e o que não é feminino, geralmente de autoria de homens, dentro de padrões limitados e limitadores da normatividade. Alguns chegam a dizer que não “transariam” com uma “mulher assim”. Para este argumento, é o contrário: provavelmente ela é que não quereria você. Para os que eventualmente venham a dizer que este não é um “corpo feminino”: lamento e esta informação PODE SER CHOCANTE PRA VOCÊ, mas ninguém está no mundo para atender as suas expectativas individuais ou coletivas do que é “masculino” ou “feminino” (você vai ter que lidar com isso). Agora, se você acha que uma mulher musculosa não é uma mulher, talvez você deva olhar para seus próprios músculos, pois se esse é seu critério, se você é pouco musculoso, por sua lógica torta, VOCÊ talvez seja uma mulher (nada contra). No mais, tenho certeza de que ela ca-gou para sua opinião. Certamente, tem mais fibra, disciplina e força do que é necessário para digitar bobagens em uma caixa de comentários do Facebook.

CUIDADO!

Alguém que usa o termo “rala e rola” para se referir a uma trepada deve ter tido aulas de educação sexual com o Faustão. 

Sim que é não

Muitas pessoas não sabem dizer não: nesse caso o não pode ser ouvido no escasso entusiasmo do sim.

© 2014 Alessandro Martins

Theme by Anders NorenUp ↑