Piercing no pau

Então o cara olhou para o chão do box e viu aquele líquido vermelho, mistura de água e sangue. Percebeu que seu pau ainda pingava algumas gotas que, ao tocar os azulejos, faziam desenhos abstratos bastante interessantes.

– Merda. Acho que vou morrer de hemorragia até o amanhecer.

Exagero, claro. Mas quando o chão do box do banheiro está coberto com algo que lembra muito aquelas cenas de matanças de baleias e golfinhos, ainda que em menor escala, começa-se a pensar nessas coisas.

Isso além de que, no lixo, já estavam as gazes com que o body-piercer embalou a coisa toda, junto com as luvas de borracha com que envolveu tudo aquilo a fim de que a hemorragia não manchasse as calças do cliente. Esse material, portanto, no cestinho, empapado naquilo que a medula óssea teve tanto trabalho para fabricar.

Saiu do banho e o pinto ainda respingava.

– Merda. Acho que vou morrer de hemorragia em dez minutos.

Envolveu tudo com uma cueca velha branca. Velha, porém limpa. Vestiu uma outra por cima do curativo improvisado. E foi para sala pensar em outra coisa.

Certa vez, o cara sonhou que teve a garganta cortada. Foi uma sensação muito clara, no sonho. Não tanto a dor da carne rompida pela lâminha, no pescoço. Mas aquele torpor que fez com que seus joelhos se dobrassem e ele caísse sentado em uma poltrona, sem forças, a perguntar o porquê ao assassino, e sentir a lassidão angustiante da morte, enquanto se esvaía. Como se a vida murchasse.

Verificou se havia essa sensação naquele momento. Não.

– Talvez eu sobreviva.

Colocar um piercing no pau é algo assim. No caso da modalidade conhecida como príncipe albert há algumas particularidades. Este tipo de piercing consiste em uma argola que entra pela uretra e sai pela parte frontal inferior da glande. Para saber a medida mínima do diâmetro da argola, o body piercer, usualmente, precisa medir o pênis ereto do cliente, a fim de que a jóia não estrangule a glande durante as ereções. Outra característica é que quem recebe o piercing precisa urinar sentado durante um tempo até que aprenda a controlar as novas e aleatóreas direções em que o jato de urina insiste em sair.

Porém, o body piercer garantiu que não precisava medir. Iria colocar uma argola com medidas mais que suficientes para que não desse problema algum.

Nesse momento, o cara concluiu que nunca tinha visto uma agulha – na verdade, um catéter – de quatro milímetros de espessura. Foi o que ele pensou ter observado sobre a mesa dos equipamentos que seriam usados. Depois disso, deitou-se na maca e tentou relaxar como sempre fazia quando deparava agulhas com quatro milímetros de espessura. Eu já disse que ele nunca tinha ficado frente a frente com coisas assim?

O sujeito começou a fazer a limpeza do lugar a ser perfurado. Iniciou pela glande. Passou um líquido, talvez álcool, mas provavelmente não. O ardor, no entanto, era de álcool. Não contente com a prudente e minuciosa limpeza que fez por fora, enfiou um cotonete dentro da uretra com o mesmo produto. Segundos intermináveis. Depois, outro cotonete, para garantir uma assepsia completa.

Aí, o furo. De fora para dentro. A agulha, oca, passa até encontrar o canal uretral. Nesse tubo é colocada a jóia. Tira-se o catéter e já está. Encaixa-se a esfera que fecha o anel e pronto.

Não vou descrever a sensação, para não cair em lugares comuns. Basta dizer que, perto daquilo, a colocação dos piercings nos mamilos, que o cara já tinha, foi indolor.

Ele verificou que o furo só doeu para ser feito. Depois apenas uma sensação de estranhamento, de cuidado para andar. Pegou um táxi, passou na farmácia para comprar sabonete líquido anti-séptico e foi para casa, onde ficou. As recomendações: limpeza duas vezes por dia, muita água – para urinar bastante – e vitamina c para ajudar na cicatrização.

Ansioso esperou até as 22 horas, momento recomentado pelo body-piercer para retirada do curativo. Tirou. E foi aquilo. Matança de baleias e golfinhos.

No dia seguinte, verificou que não havia morrido. Percebeu também que a hemorragia havia diminuído bastante, praticamente parado. Gostou do resultado. Usou os pensamentos para provocar uma ereção. Achou bonito.

Bonito.

Mas lembrou que teria de dar um mês de férias ao bonitão. Bonitão, como sempre, e, agora, de brinco.

12 Comments

  1. Alessandro, esse texto é devido a experiências próprias??? Espero que não! ? desgostoso.

    Resposta: Lamento decepcioná-lo, Kid… amanhã tem a continuação se quiser saber o final dessa história…

    Abraços!

  2. Bem, é um comentário nada a ver com o post… Lembrei que preciso te dizer que gosto muito da história do nome do site… Cracatoa simplesmente sumiu…
    Lembrei também que no meu primeiro blog fiz um texto uma vez em que dizia que se fosse realmente boa, seria uma garota cracatoa… ;)
    E pra fechar, dizer que você podia me convidar dia desses pra escrever aqui no seu caiaque, numa participação especial… Talvez eu tivesse alta da terapia… :)
    Beijo, Alessandro.

    Resposta: Pois, então, está bem. :-)

    Prepare um texto ou escolha algum dentre os seus preferidos e poderemos ter a participação de uma blogueira convidada, que tal? Faz-me muito feliz se aceitar.

    Beijos do Ale!

    PS – Se quiser enviar uma foto no estilo Garota Cracatoa também será bem aceita. ;-)

  3. Eu tenho um piercing no pau, mas é só na pele. Furar a uretra é coisa de maluco.

  4. Tem razão, Jair. Ter um brinco nas partes íntimas é perfeitamente normal. Abraços!

  5. Mas ae, essa dor toda é bem suportável??

    tenho piercing na lingua, vo faze nos mamilos mes q vem, e pretendo, no futuro, por um no pau…

  6. kkkkkkkkkkkkk
    tô me divertindo aqui :D

    Mas cá prá nós , deve doer prá burro colocar um piercing ali …. rs (e na hora de fazer? ai que agonia só de pensar .. hehehe)

  7. Naooo faz nem fudendu veiu .! pega um neguço tipo agulha(uma lapizera , alfinete etc.. fodaz o q for) e finge q vai aplikar na glande… soh empurra um pokinho pro c ve ador da PUTA q c vai sentiii! EU fui faze um piercing genmital ai eu tive q bate uma punha pru kra medi minha glande e meu piru! Tava nu banheru me ecxitando ao kra entro mediu (OBS:TAVA MORREENDOOO D VEGONHA) beleza a relaçao do kra era super prfissional …começou a operaçao pra cooolocar …pqp ! aquele chero de alcool na glandeeee. .na cabeça do piru .. meu coraçao veio na bocaa! Entao o caara falo .. ” Vai c um pouco doloroso isso” ELE abriu meu piru ainda Duro… abriu completamente…(voce q eh homem vai fazendo a cena ai com seu penis , agora ou depois…deixe ele bem duro e puxe (ABRA) o prepucio no maximooo, dechando a glande super exporta) bom .. depois dele abri minha glande completamente i eu de pau ereto ele pego uma injeção tao medonha!!! COM UM LIQUIDO DENTROOOOO! fez um gesto de homem malicioso APROXIMOU ela da minha glandeeeee ! e disse ” VAMO LA” APLICOU—-KARA..puta que o pariuuh! DOEU TANTOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO q euu nao consigui grita de dor…fikei gemendo..depois de gemer um poko GRITEI o grito mais alto da minha vidaa…”AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII” e o kra super serio nao fez nadaaa.. continuou a aplicaçaooo! ai eu levantei da cama ia tira r amao dele ele disse”CALMA Qacabou” ai ele tirou a agulhaaa !” AIII Q DOR DA PORRA FI!!! nao faça nunca um piercing em nenhum lugar do corpo ..PRINCIPALMETE NO PENIS! foi fui submetido a tortura! FAÇA ESSA SENA COM SEU PENIS duro ai ! soh pra vc vero q eu senti… i pra desistir DA IDEIA de FAZER essa maluquisse…EU sai chorando do lugar onde feaz! UFF… desabafei … vaaeluu ! jUka

  8. Retardados mentais , estas criaturas ao inves de progredir estao regredindo como seres humanos , sera que nao tem mais nada para fazer ,doque enfiar coisas no corpo , resultatdo de tudo isso e arrumar uma baita de uma inflamaçao sem cura , cambada de retrogrados.

  9. Eu estou com vontade de colocar um no penis,
    mais tenho medo.

  10. Tenho um namorado q. acabou de colocar, a jóia no dito cujo, estamos naquela fase de esperar um mês…..Mas confesso q. realmente é bonito de se olhar!!! Mas tó curiosa mesmo p/ descobrir a sensação….Bjo ótima estória.

  11. Estou estudando a possibilidade de por uma argolinha na minh glande e gostarid einformações sobre onde é seguro fazer uma aplicação como esta. Gostaria se possível o endereçoe contato telefonico. E tbm de mais detalhes sobre as condiçoes de algo assim dá errado, embora eu ache o máximo a idéia ainda estou um pouco temoeroso. Quem puder me ajudar, agradeço imensamente! Fui !!

  12. Eu tenho um principe albert no pau já faz uns dois anos. Nem dói muito, alias, doeu menos que na lingua onde tenho faz tres anos. a pior parte mesmo é a vergonha, porque eu tive que simular uma punheta pro cara medir a cabeça do meu pau na frente dele. nao sou circuncidado entao ele na hora de medir arregaçou toda a glande do meu penis ereto, naquela hora fiquei mó com vergonha da porra, porque tipo, em medico, vestiario e tal a gente nao fica com o pau la duro né, ainda mais com outro cueca la arregaçando ele com a mão duro. mas de boa, os caras são profissa, e sabem o que ta fazendo. dor pra mim foi normal, nada exagerado, só a vergonha que é foda mesmo. a recuperação é de boa, só tem que higienizar bem.

Por favor, seu comentário é MUITO importante.

© 2014 Alessandro Martins

Theme by Anders NorenUp ↑